quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Réplicas das camisas da SELEÇÃO de 58, 62 e 70

Evento, realizado nesta quarta-feira no Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, reuniu muitas gerações de craques que levantaram a taça de campeão do mundo pelo Brasil.

Segundo o presidente da Associação dos Campeões Mundiais, Marcelo Izar Neves, a intenção não é simplesmente destinar a verba que for arrecadada (a previsão é de R$ 6 milhões) aos ex-jogadores. Mas sim reconhecê-los e agradecê-los pelas conquistas.

- Essa iniciativa não é para ajudá-los financeiramente, mas para reconhecê-los. Quando nós íamos para fora do país percebíamos que eram tratados como heróis e aqui estavam esquecidos. Como é que pode no Brasil os próprios campeões não serem reconhecidos?

- Estamos tentando a aprovação da CBF para fazer as réplicas das camisas usadas em 94 e 2002, pois esses jogadores também merecem. Esse primeiro lote será apenas para colecionadores. Mas estamos com outro projeto para que outras consigam adquirir essa recordação.

(...)

Se é pra reconhecimento ou ajuda financeira eu não sei... só sei que segundo o capitão santista Zito, ficaram iguais às camisas originais.

Aliás, 3 feras que honraram a camisa da Seleção e do Santos na foto acima...

2 comentários:

André disse...

Recebi um e-mail da Roxos e Doentes sobre esse lançamento: Mil paus... boa sorte!

Tchelo disse...

Pow eu tava querendo saber o valor dessas camisas ja tava ate considerando comprar umas, dae ontem vendo o CQC o cara falou que R$ 1000,00 e eu achei que era piada, dae acabei de ler esse comentario acima do André e vi que era uma piada mesmo, piada de mau gosto :(